Rádio Condomínio

Polícia prende casal suspeito de usar fotos de criança com câncer para fazer vaquinha falsa na internet

Tainara Subtil e Luiz Antônio Barbosa estavam em pousada em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. Dupla vai responder por falsificação e uso de documento falso. Mulher denunciou próprio irmão, que ostentava vida de luxo. Polícia prende casal de fazer vaquinha falsa na internet com fotos de criança com câncer

Reprodução

A Polícia Civil do Rio prendeu na manhã deste sábado (2) um casal suspeito de usar fotos de uma criança com câncer para fazer vaquinha falsa e arrecadar dinheiro na internet. A dupla foi encontrada em uma pousada em Rio das Ostras, Região dos Lagos.

Tainara Ribeiro Subtil e Luiz Antonio dos Santos Barbosa foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e vão responder pelos crimes de falsificação e uso de documento falso. A dupla foi encaminhada para a 10ªDP (Botafogo), na Zona Sul da capital fluminense.

O promotor Sauvei Lai, responsável pela denúncia, afirmou que Tainara e Luiz Antonio geraram comoção pública com a criação do perfil falso, onde postaram fotos de uma criança e de documentos falsos que atestavam que uma menina tinha câncer.

"Embora a criança exibida na campanha exista e é doente, ela não tinha nenhum vínculo com os dois estelionatários, que recolheram para si todo o dinheiro arrecadado", disse o promotor.

'Criminosos habituais', diz MPRJ

Polícia investiga golpe que usa fotos de crianças com câncer para pedir dinheiro na internet

O MPRJ sustenta ainda que os denunciados são "criminosos habituais", que já fizeram outras campanhas falsas com o mesmo propósito.

"A investigação apurou que na realidade os dois denunciados se apropriaram de publicações feitas tempos atrás por uma outra família, que solicitou contribuições para o tratamento de uma criança realmente acometida de doença grave."

A denúncia foi recebida pelo Juízo da 27ª Vara Criminal da Comarca da Capital.

Mulher denunciou o próprio irmão

O caso foi investigado pela Polícia Civil do Rio. A suspeita é que o dinheiro esteja sendo usado em viagens e hotéis. O esquema foi denunciado pela irmã de Luiz Antônio.

Uma das vaquinhas falsas pedia dinheiro para os gastos com Laura Oliveira Santos. O texto, supostamente escrito pela mãe da criança, que se identificava como Leila, dizia que a menina sofre com um tumor nos olhos e que a família precisa de dinheiro para a realização de uma segunda cirurgia e exames.

A vaquinha virtual para supostamente ajudar Laura a tratar o tumor contou com o apoio de mais de 680 pessoas e arrecadou quase R$ 35 mil.

Entretanto, a criança que aparece nas fotos, na verdade, se chama Nicole e tem 8 anos. Ela é gaúcha, e, atualmente, vive em Aracaju (SE), onde está fazendo tratamento, pelo SUS, contra um osteoblastoma, um tumor atrás dos olhos.

MPRJ denuncia casal suspeito de fazer vaquinha on-line falsa

Reprodução/TV Globo

Quem descobriu a farsa e alertou as vítimas foi a irmã de Luiz Antônio. A taxista Stephani Santos Barbosa conta que começou a desconfiar do irmão, que trabalhava como motorista de aplicativo. Segundo ela, Luiz e a mulher, Tainara, passaram a ostentar luxos que pareciam incompatíveis com o padrão de vida do casal.

"Começou a me chamar a atenção a maneira como ele vivia sem trabalhar, pagando a diária corretamente e passeando bastante, se hospedando em hotéis em Copacabana, pousadas na Região dos Lagos, roupas caras", lembrou.

Durante um churrasco de família, Stephani contou ter visto a cunhada usando o perfil "Todos pela Laura".

"Foi todo mundo lá pra fora, começamos a fazer lá carne e tal e ela sentou na rede. Então, eu dei a volta, e ela no celular o tempo todo. Eu saí ali fora na varanda e ela tava editando a foto da criança daquele perfil. Botando brilho, cortando, colocando a legenda comovente pra comover os seguidores", lembrou.

Ela também descobriu que um laudo médico falso estava sendo usado para tentar dar veracidade à história e alertou a médica que teve o CRM usado na farsa.

A advogada que representa o casal disse que Tainara planejou a farsa porque estava com dificuldades financeiras.

NOTÍCIAS MAIS LIDAS